Viagem: Cidreira RS - Resumo de férias

22:10:00




Oi ✿‿✿
Tudo bem com vocês?

Acho que o título dessa postagem poderia ser ''Férias muito louca''... Se encaixaria perfeitamente :P
Mas vamos começar a postagem <3

Cidreira é uma cidade localizada no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Eu vou pra lá desde que nasci, já que meus avós maternos possuíam uma casa, que após o falecimento deles foi comprada pela minha mãe recentemente. Eu tenho lembranças ótimas de lá quando era pequena, com meus primos e tios...
Mas então... Eu costumava descrever Cidreira como uma praia desgraçadamente deserta, mas nesse belo ano de 2015 aquilo virou um formigueiro humano '-' Minha solidão foi mar à dentro.
Quem gosta de ouvir música popular mesmo (vulgo funk, pagode e derivados), aprecia bastante os finais de semana no centro da cidade. Eu, particularmente, não gosto de tumulto então não vou pra lá quando tem shows ou aglomerações. O bom é que não é um local caro (como outras praias gaúchas - Tramandaí, Torres, Capão...) e você encontra diversos bazares com itens fofos pra usar em estilos diferentes (ah, meus novos acessórios e fofuras <3)

Esse ano nós fomos especialmente para trabalhar.
Ah, como assim Leticia?
Pois é. O telhado da nossa humilde casinha estava gritando por socorro e implorando para ser trocado (e eu também, porque goteiras me perseguem). Então, por causa disso, iniciou-se um novo capítulo de minha história de veraneios em Cidreira: ''A Maldição do Telhado''.

Um breve resumo de A Maldição do Telhado:
Meu pai subiu para trocar as telhas e algumas madeiras que não estavam boas. Quebrou 2 martelos (um deles feito de ferro), e quando não tinha mais nada para quebrar, uma das madeiras se partiu e ele quase despencou lá de cima. Não caiu no chão, mas bateu as costelas no madeirame e teve um saldo negativo de quatro costelas quebradinhas.
Com o resultado de menos um trabalhador, meu primo resolveu terminar o trabalho. O problema é que ele fez uma cirurgia no joelho a pouco tempo. O resultado é obvio? A perna dele inchou, e mais um trabalhador estava indisponível. Mas com um pouco de esforço geral (nesse caso porque as telhas estavam soltas, já que ninguém conseguia terminar o trabalho), apelamos para o pagamento de um profissional no assunto. Mas então o moço apareceu um dia, trabalho uma hora e não voltou mais.
Choveu, veio temporal, pessoas não dormiram... Voou uma telha... Mas no fim desse capítulo, o telhado foi parafusado e, apesar de não estar perfeito, não chove mais dentro da casa o/ Palmas para o trabalho em equipe.

No fim, por causa das costelas quebradas do meu pai, nós voltamos mais cedo para casa. Mas eu tirei algumas fotos bem legais, e resolvi postar aqui para vocês:
















Laika, a pantera fofa.

E então, em um dia meio de bobeira, saí pra caminhar quando estava quase escurecendo. Conforme os minutos passavam, eu ia notando uma diferença diva nas cores do céu. É claro que comecei a fotografar feito doida cada mudança:




















Um ponto bem legal de Cidreira é a lagoa. O lugar é enorme, dá pra andar de jet ski, colocar o guarda-sol dentro d'água e aproveitar o sol com as cadeiras lá dentro. A lagoa é meio perigosa, porque os buracos são bem fundos a partir de uma parte. Então é bom pra ficar no rasinho, conversando, jogando vólei e tal.
O acesso ao local também é um tanto complicado. A pé, é bem longe. E de carro, um tanto complicado por não ter estrada. No dia que estivemos lá, fomos com meu primo que tem uma caminhonete com tração, senão nosso monzinha estaria atolado até agora q
 Era um final de semana, e estava tão lotado que só deu tempo de tirar duas fotos:




E, esgotando minhas fotos acumuladas da viagem, também tem as que tirei no caminho de Tramandaí. Minha mãe lavou um boleto que meu pai tinha que pagar, então fomos até Tramandaí tentar resolver o problema. No caminho, pegamos um baita engarrafamento, e poucas fotos do que achei legal.
Quando estávamos passando por Oasis (no engarrafamento sem amor), vi um parque de diversões muito legal (que pretendo ir no feriado do carnaval). Ele era bem ''vintage'', com vários brinquedos temáticos... Incluindo um passeio dentro das xícaras de Alice no País das Maravilhas. Mas a primeira coisa que vi, foi essa roda gigante num modelo suuuper anos 80:





Também passamos pelo parque eólico (em Osório? acho que sim). Achei super bonito, e queria estar com minha câmera para registrar os detalhes. No fim, saiu só essa foto sem graça feita pelo meu celular:



Mas então, espero que tenham gostado *o*
Vou voltar lá no Carnaval, e tirarei algumas fotos legais e temáticas :3 mas isso vai ser surpresa <3
Mais um post chegando ao fim... Espero que tenham gostado *-*
Amanhã (ou domingo) vai ter Review de vários itens que comprei/ganhei o/
Beijos, e até o próximo post.


EXTRA: Queimaduras que me fizeram perder o sono. Usar protetor solar embaixo do guarda-sol, no pátio de casa também é importante q
Infelizmente a câmera não capturou toda a vermelhidão... Eu estava linda de cosplay de camarão.


You Might Also Like

1 comentários

Like us on Facebook